Por que já fui
 


A Já fui nasceu de uma inquietação. A inquietação de uma viajante. Uma viajante que já foi, que voltou, que mudou.
A alma do viajante nos inspira porque é movida e alimentada por mudanças, assim como a Já fui. Afinal, você já ouviu falar de alguém que já foi para o mundo e voltou exatamente como era antes?
 
Mudam perspectivas, olhares, amores.
Mudam horizontes, mares, sabores. 
Tudo soma, o todo some, surge, dissolve, resolve.
A alma acalma, entorna, transtorna, transforma.
O ser inquieta, completa, separa.
Muda.
 
Os produtos da Já fui já tiveram outra vida, outras histórias, outros destinos. Hoje mostram que mudar é necessário, é o que nos faz avançar. Já foram garrafas pet, que viraram tecidos, que hoje são artigos para viagem. Hoje têm outras identidades, outros motivos de ser, outras funções.
Hoje são viajantes.